Pagina Principal

Igreja IEQ

Localização

Contatos

Fale Conosco

Horário dos Cultos

 
 

DIACONATO

ESCOLA DE CRESCIMENTO

MINISTÉRIO DE DANÇA

MINISTÉRIO DE LOUVOR E ADORAÇÃO

RAJ

REDE DE CRIANÇAS

REDE DE HOMENS

REDE DE MULHERES

 
 

Escola de Líderes

Escola de Crescimento

Testemunhos

Pedidos de Oração

Palavras

Palavra Diária

Noticias

Estudo P/ Investimentos

Estudo P/ Células

Bíblia Online

 
 

Agenda 2016

Fotos

Vídeos

Piadas

Charges

Mural de Recados

Papel de Parede

Jogos

Casamento e Apresentação do mês

 
 
 
 

Apóstolo Paulo - Brasília

Comunidade Águas que Saram

MIR - Manaus

Missões - MCM POVOS

Quadrangular - Sede - Joinville

Radio Novidade de Vida - Brasilia

 
 
 
 
 Urgente:  

  ENCONTRO COM DEUS Veja!

 Artigos (Palavra da Célula):

 

AS QUATRO LEIS ESPIRITUAIS - PARTE 2


  Por Ap. Jackson    20/03/2012
 

SEGUNDA LEI: O HOMEM É PECADOR E ESTÁ SEPARADO DE DEUS.


O homem é pecador e está separado de Deus; por isso não pode conhecer nem experimentar o amor e o plano de Deus para sua vida.


O HOMEM É PECADOR  
"Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus..." (Romanos 3:23)


O homem foi criado para ter um relacionamento perfeito com Deus, mas por causa de sua desobediência e rebeldia, escolheu seguir o seu próprio caminho, e seu relacionamento com Deus  desfez-se. Este estado de independência de Deus, caracterizado por uma atitude de rebelião ou indiferença, é evidência do que a Bíblia chama de pecado. 

O HOMEM ESTÁ SEPARADO
"Pois o salário do pecado é a morte..." (separação espiritual de Deus) (Romanos 6:23)



Deus é santo e o homem é pecador. Um grande abismo separa os dois. O homem está continuamente procurando alcançar a Deus e a vida abundante através dos seus próprios esforços: vida reta, boas obras, religião, filosofias, etc.  


A Terceira Lei nos mostra a única resposta para o problema dessa separação... 

Categoria: Palavra da Célula
Publicação: 20/03/2012
Publicado Por: Ap. Jackson
Fonte: http://greatcom.org/portugues/four.htm

 
 
Imprimir Deixar Seu Comentário Indique para um amigo
 
 Veja os comentários abaixo para esse artigo:


 
 
 

Apoio à esse Ministério: